As diferenças básicas entre o Diesel S-10 e S-50

Postado por Divelp
9 de agosto de 2016
diesel

As montadoras de ônibus e caminhões no Brasil só podem fabricar desde janeiro de 2012 e comercializar desde março do mesmo ano veículos que seguem as exigências da Sétima Fase do Proconve – Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores. O Proconve P 7 se baseia nas normas internacionais Euro 5. A Europa está entrando na fase Euro 6.
Os ônibus e caminhões brasileiros que seguem os parâmetros Euro 5 (que às vezes aparece escrito como Euro V) podem reduzir em até 63% a emissão de Óxidos de Nitrogênio NOx e em até 80% a emissão de materiais particulados, na comparação com a tecnologia que era adotada até 2011, a Euro 3. A fase Euro 4 foi “pulada” depois da pressão de frotistas de ônibus e caminhões, que relutaram em comprar os veículos novos menos poluentes, pelo custo de aquisição maior. A resistência provocou uma queda na venda de veículos a diesel pesados em 2012. Em 2013, o mercado se recupera e tem boas perspectivas.
Os ônibus e caminhões Euro 5 não podem ser abastecidos com qualquer tipo de diesel.
São necessários o Diesel S-50 ou o Diesel S -10. O S-50 tem 50 partículas por milhão de enxofre e o S-10 tem 10 partículas por milhão enxofre.

Apesar de ainda ser novo no País e não encontrado em todos os postos e distribuidoras, a expectativa da Petrobrás é que o diesel S-10 seja logo substituído pelo diesel S-50. Mas quais são as principais diferenças entre estes combustíveis, além da quantidade de enxofre? O Blog Ponto de Ônibus/Canal do Ônibus consultou a Petrobrás, sites especializados e publicações do setor e traz alguns dos principais pontos que podem ajudar na escolha do melhor combustível para cada aplicação e para o bem estar de passageiros, trabalhadores e de quem vive nas áreas por onde trafegam os ônibus e caminhões.

NÍVEL DE POLUIÇÃO
Por possuir menos partículas de enxofre, substância prejudicial ao ar e à saúde humana e de animais, o diesel S – 10 é menos poluente que o S-50, principalmente em relação à emissão de materiais particulados.
DURABILIDADE DO MOTOR
A Petrobrás garante que o S-10 aumenta a durabilidade do motor do ônibus ou do caminhão. Isso justamente pelo fato de ele ter menor quantidade de enxofre. O S-10 emite menos material particulado que em contato com o calor do sistema e a umidade aumenta o risco de corrosão de peças e de boa parte do motor. Assim, quanto menos enxofre, menor é o risco de corrosão.

DESEMPENHO
A petrolífera afirma também que o desempenho do motor do ônibus ou do caminhão é melhor com o diesel S-10. Isso se deve ao fato de este tipo de diesel passar por um refino diferenciado, aumentando o indicador de cetano.
Quanto maior o nível de cetano melhor a qualidade de ignição, otimizando a queima de combustível e a partida a frio, reduzindo a emissão de fumaça branca e aumentando a vida útil dos óleos lubrificantes.
Para se ter uma ideia, o nível de cetano do óleo diesel S-500 e S-1800 é de até 42. O óleo diesel S-50 tem cetano de 46 e o nível de cetano do diesel S-10 é de 48.
O diesel S-10, por ter um refino mais apurado, tem algumas características comparadas a grosso modo aos solventes. O óleo diesel S-10 tem uma quantidade maior de hidrogênio, o que confere esta característica.
Segundo a própria Petrobrás, “Mal comparado, é como se o diesel S-10 fosse mais próximo de um querosene, e, sabidamente, o querosene é mais capaz de limpar uma superfície que o óleo diesel tradicional”.
A vantagem é que o tanque e o sistema de combustível do ônibus e caminhão acumulam menos sedimentos que prejudicam o desempenho e diminuem a vida útil do motor, além de não contaminarem os lubrificantes. Tanto para o Diesel S-10 como para o Diesel S-50 são necessárias algumas precauções:
– Os postos ou pontos dentro das garagens devem ter filtros adequados que conseguem filtrar o diesel no momento do abastecimento;
– Os tanques do ônibus ou do caminhão devem estar totalmente cheios quando os veículos ficarem por longo tempo parados (acima de uma semana);
– O veículo não pode ficar completamente parado por mais de 15 dias.

EM QUAIS MOTORES PODEM SER USADOS
Os motores que seguem o Proconve P 7, com base nas normas internacionais Euro 5, só podem ser abastecidos com diesel S-50 ou diesel S -10. O sistema é mais moderno e sensível. O diesel S-500 ou diesel S-1800, além de proporcionarem um desempenho pior, podem causar danos ao motor, que não é preparado para receber quantidade maior de enxofre.
Para alcançar os níveis mais baixos de emissão de poluição, os motores Euro 5 usam dois sistemas. O Sistema de Recirculação de Gases de Escape (sigla em inglês EGR) ou o Sistema de Redução Catalítica Seletiva (sigla em inglês SCR). O SCR necessita da aplicação de um fluido no sistema de escape chamado ARLA 32 – Agente Redutor Líquido Automotivo, com 32,5% de uréia industrial. Em contato com o ARLA 32, os gases da queima sofrem uma reação química que transforma Óxido de Nitrogênio, substância cancerígena, em Nitrogênio puro, presente na natureza. Já no sistema de recirculação de gases, há um maior aproveitamento dentro da câmara de combustão da queima do veículo.
O diesel S-10 e o diesel S-50 são indicados para estes dois tipos de sistema.
Se os combustíveis mais antigos não podem ser usados nos motores Euro 5, o diesel S-10 ou o diesel S-50 podem abastecer ônibus e caminhões com motores mais antigos, das fases Euro 3 para baixo, sem necessidade de alteração dos sistemas.
Mas vai uma ressalva em relação ao diesel S-10. Como foi visto acima, pela sua forma de refino mais apurada e maior quantidade de hidrogênio, este tipo de diesel pode se assemelhar a um solvente e soltar sedimentos deixados pelo diesel S-500 ou S-1800. Essa sujeira que será solta pode entupir bicos, mangueiras e filtros, causando danos sérios.
Por isso, na hora de trocar o diesel para abastecer um motor Euro 3 ou mais antigo com os tipos S-10 ou S-50, o tanque deve ser esvaziado e o sistema de injeção limpo com fluidos indicados para este tipo de serviço. Todos os filtros devem ser trocados.

COLORAÇÃO
A coloração do Diesel S-10 é muito semelhante a do Diesel S-50: transparente ou um pouco amarelado. O Diesel S-500 é avermelhado e o S-1800 tem tonalidade amarelo escuro, laranja, quase marrom.

PREÇO
A Pretrobrás acredita que com o ganho de distribuição e demanda, o diesel S-10 venha se tornar mais barato proporcionalmente que hoje.
Atualmente o litro de Diesel S-10 está em média a R$2,437 e do S-50 a R$2,292 nos postos. Empresários de ônibus e de caminhões que compram diretamente de distribuidoras de combustíveis podem conseguir valores menores.
A autonomia depende de vários fatores, como modelo, potência, torque, peso do veículo e aplicação tanto do ônibus como do caminhão.

Fonte: blogpontodeonibus.com

Comentários

Deixe uma mensagem







Categorias



Arquivos

Imagem não encontrada