A importância do rodízio de pneus

Postado por Divelp
16 de abril de 2015
Rodízio-de-Pneus

Os fabricantes recomendam o rodízio de pneus para que haja um desgaste semelhante de todas as peças. No entanto, a prática não elimina a necessidade de troca dos pneus se os mesmos estejam no final de sua capacidade de quilometragem.

Nos automóveis com tração dianteira, característica comum a grande maioria dos veículos, os pneus dianteiros tendem a sofrer maior desgaste em relação aos traseiros. sso devido ao conjunto de forças a que são submetidos, como tração e esforço direcional.

Nesta situação, quando o rodízio é aplicado, os pneus traseiros, menos exigidos (mas não menos importantes), são colocados na dianteira, enquanto os dianteiros vão “descansar” no eixo traseiro. O rodízio também se aplica aos carros com tração traseira ou 4×4.

Quando realizar o rodízio?

O desgaste dos pneus não está ligado somente à quilometragem rodada. Fatores como: características do terreno, tipo de piso, estilo de condução, temperatura ambiente, entre outros são determinantes para a vida útil do pneu. Cada fabricante indica a quilometragem ideal para se realizar o rodízio, geralmente na faixa entre 5 mil e 10 mil quilômetros rodados.

Se não houver nenhuma recomendação específica no manual do proprietário, o rodízio pode ser aplicado, desde que sejam seguidas as seguintes instruções:

– A direção esteja perfeitamente alinhada;
– O proprietário tenha utilizado sempre a calibragem correta;
– Os pneus estejam sem deformação e dentro da vida útil;
– O prazo de rodízio seja respeitado.

Fonte: blog.sossego.com.br

Comentários

Deixe uma mensagem







Categorias



Arquivos

Imagem não encontrada